Glossário de patinação artística no gelo | saltos

segunda-feira, 5 de junho de 2017
Boa noite!

A patinação artística no gelo tem um vocabulário todo próprio. Por isso resolvemos postar pequenos glossários com os diversos termos relacionados a esse esporte maravilhoso. Para começar, vamos postar uma lista com os nomes dos saltos. Vamos lá!




Saltos


Axel: O primeiro a dar este salto foi Axel Paulsen. É um dos saltos mais difíceis na patinação. O patinador começa patinando para a frente utilizando a lâmina externa do patins. Em seguida ele salta e precisa executar pelo menos uma volta e meia. 

Combinação de saltos: A combinação de saltos é realizada no mesmo fio do pouso do primeiro salto. Sendo assim, quase sempre é realizada com um toe loop ou um loop, pois esses são os saltos realizados a partir do mesmo fio em que os patinadores pousam.

Flip: O flip é basicamente um Salchow com a ajuda do toe pick. Geralmente é executado de costas com o fio interno do pé esquerdo, com o apoio do toe pick do pé direito. O pouso é realizado no fio externo do pé direito.

Flutz: O termo flutz não é utilizado para designar nenhum salto que realmente exista. Ele é um apelido usado para descrever um erro comum do salto Lutz: o patinador acaba mudando de fio logo antes de saltar. Nesse caso, a pessoa acaba sem querer executando um flip em vez de um Lutz. Essa é uma falha muito comum, que costuma tirar alguns pontos dos patinadores.

Loop:loop geralmente é realizado saltando de costas no fio externo do patins direito e pousando no mesmo fio. O mesmo pode ser feito usando o pé esquerdo. A origem é atribuída a Werner Rittberger, campeão mundial de 1910 a 1912, embora alguns afirmem que já era utilizado desde os anos 1890.

Lutz: O Lutz tem esse nome em homenagem ao patinador Alois Lutz, que executou o salto em 1913. É considerado o segundo salto mais difícil, perdendo para o Axel. O Lutz é geralmente executado de costas com o fio interno do pé esquerdo, com o apoio do toe pick do pé direito. O pouso é realizado no fio externo do pé direito. Antes do salto, geralmente os patinadores fazem alguns  crossovers de costas e depois passam um longo tempo deslizando de costas com o pé esquerdo. 

Popping (a jump): É quando um patinador aborta um salto prematuramente enquanto está no ar, resultando em uma menor quantidade de rotações do que o desejado.

Pouso (landing position): É a posição de finalização dos saltos. Os patinadores devem pousar com apenas um dos pés. 

Rippon: É quando o patinador executa um salto com as duas mãos acima da cabeça.

Salchow: O Salchow foi criado por Ulrich Salchow, em 1909. Ele geralmente é feito a partir a partir do salto de costas na lâmina interna do patins esquerdo, com pouso de costas na lâmina externa do patins direito. Porém, é possível fazer o oposto, saltando com o pé direito e pousando com o pé esquerdo. Há diferentes formas para preparação do salto, envolvendo outros elementos, como os crossovers ou o Monhawk.

Salto assistido: Salto com não mais do que uma rotação realizado na categoria sincronizado. Nele um patinador ajuda o outro durante o salto.

Salto de dança: É um pequeno salto ou um tipo de movimento rotacional com não mais do que meia rotação no qual os dois pés saem do gelo.

Salto lado a lado: É um salto comum feito ao mesmo tempo pelos dois patinadores na categoria pares.

Salto lançado: É utilizado na competição de pares. Nele a mulher executa um salto comum com a ajuda do homem.

Sequência de saltos: As sequências são feitas em seguida ao primeiro salto, sem usar o mesmo fio. 

Tano: É quando o patinador executa um salto com uma das mãos acima da cabeça. Essa manobra aumenta a dificuldade do salto.

Toe Loop: O toe loop é basicamente o loop feito com a ajuda do toe pick. O salto geralmente é feito patinando de costas com o fio externo do pé direito, usando o toe pick do pé esquerdo. O pouso é feito exatamente no mesmo fio (geralmente o fio externo do pé direito). O salto foi criado na década de 20, por Bruce Mapes. Algumas vezes é chamado apenas de toe. Geralmente, antes de fazer o salto, o patinador está patinando para frente no fio externo e faz um three turn para ficar de costas com o fio externo do pé direito. 

Walley: O patinador começa patinando para trás. O salto é geralmente executado com o fio interno do pé direito usando uma mudança de fio como propulsão. Geralmente é de uma só rotação. Na pontuação é contado como elemento de transição, não como um salto.

Waltz: Geralmente é o primeiro salto com rotações que os patinadores aprendem. Ele é executado da mesma forma que o Axel, mas com apenas 1/2 rotação. 




Para saber como reconhecer um salto, confira este post.
Fiquem de olho que estamos preparando vários tipos de glossários, dividido por temas como spins, regras, equipamentos etc!

Boa semana! :)


Nenhum comentário :

Postar um comentário

© Figure Skating Brasil - 2017. Todos os direitos reservados.
Design by: Thays Martins.
imagem-logo